Publicada em 09 de Fevereiro de 2018

DNIT/RS realiza manutenção no Lote 1 das obras

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/RS), por meio da Unidade Local de Vacaria, realizou - entre os dias 30/01 e 05/02 - ações preventivas e corretivas no Lote 1 das obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC, no município de São José dos Ausentes, região dos Campos de Cima da Serra. O objetivo é evitar a geração de impactos ao meio ambiente decorrentes da paralisação das atividades construtivas no lado gaúcho do empreendimento.

Leia mais

Publicada em 29 de Janeiro de 2018

Rodovia conta com medidas para evitar o atropelamento de animais silvestres

Os atropelamentos em rodovias são uma das principais causas de mortalidade de diversas espécies da fauna no Brasil. Para minimizar este impacto nos seus empreendimentos, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) executa medidas visando prevenir a morte direta de indivíduos e preservar a conectividade da paisagem.

Leia mais

Publicada em 24 de Janeiro de 2018

Colaboradores participam de palestra sobre resíduos sólidos

Um dos principais desafios compartilhados pelas sociedades do mundo todo consiste em administrar adequadamente a geração, o tratamento e a destinação final do lixo. Visando sensibilizar os colaboradores das obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), por meio da Gestora Ambiental (STE S.A.), realizou uma palestra sobre o tema nesta quinta-feira (18/01), no canteiro de obras do Lote 2, em Timbé do Sul (SC).

Leia mais

Publicada em 19 de Janeiro de 2018

DNIT realiza monitoramento arqueológico durante as obras

As medidas de preservação do patrimônio arqueológico executadas nas obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC, entre São José dos Ausentes (RS) e Timbé do Sul (SC), estão trazendo à tona uma parte da história de pessoas que ocuparam a região milhares de anos atrás. Além do resgate do Sítio Arthur Piassoli, realizado em janeiro de 2017, no lote catarinense, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) monitora constantemente as atividades de construção da rodovia, visando localizar evidências arqueológicas não identificadas durante o diagnóstico. As pesquisas são uma das condicionantes do licenciamento ambiental conduzido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e têm a anuência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Leia mais