Publicada em 09 de Julho de 2019

DNIT e comissão de moradores acertam trânsito restrito de veículos na Serra da Rocinha

Como forma de garantir segurança aos usuários da BR-285/RS/SC, rodovia em implantação e que em Santa Catarina vai ligar o município de Timbé do Sul à divisa com o estado do Rio Grande do Sul, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) determinou a interrupção total do trânsito de veículos na região da Serra da Rocinha.

Na manhã desta terça-feira (09), estiveram reunidos o superintendente do DNIT/SC, engenheiro Ronaldo Carioni Barbosa, e técnicos da Autarquia, representantes do consórcio construtor, Prefeitura de Timbé do Sul, Defesa Civil Estadual, Polícia Militar e a comissão de moradores/produtores da região, além de representantes dos setores do turismo, produção de batata, madeira, entre outros, buscando alternativas para atender os apelos pela abertura do tráfego no local.

Na oportunidade ficou acertado que o consórcio construtor, com apoio da comissão de moradores, vai fazer um cadastro de até 50 placas de veículos leves, de pessoas que realmente necessitam se deslocar na Serra da Rocinha a trabalho. O consórcio ficará responsável por este controle e, para tal, vai estabelecer uma vigilância nas duas pontas da serra para monitorar este trânsito que ficou estabelecido da seguinte forma: de segunda a sexta os veículos cadastrados poderão trafegar das 6h às 8h e das 17h às 19h. Aos finais de semana o trecho ficará sem trânsito.

Ficou estabelecido ainda, que a partir do início da pavimentação com as placas de concreto serão avaliadas estas aberturas ao trânsito de veículos, ficando possivelmente somente nas segundas, das 6h às 8h, e nas sextas-feiras, das 17h às 19h. O DNIT deu conhecimento dos riscos e de que não é ideal o tráfego no local. Portanto, os moradores cadastrados também vão assinar um Termo de Responsabilidade. Qualquer descumprimento do acordo ou incidente o DNIT poderá fechar novamente o acesso à serra.

O superintendente do DNIT em Santa Catarina confirmou aos participantes que há recursos garantidos para a realização da obra em 2019 e início de 2020 e que vem informando aos diretores do DNIT em Brasília sobre as necessidades orçamentárias futuras.